Posts Tagged ‘ser

05
mar
12

pensamentos

.

Thoughts are ripples in the ocean of Being.

They are fully allowed to ripple, but they will never touch the ocean’s depths.

.

.

Jeff Foster

.

Anúncios
21
fev
12

verdade

.

grão de areia

poeira

levanta no vento

parece nuvem,

mas na realidade

é átomo

partícula

quase nada

Tudo

.

.

Rossana Preziosi

.

12
dez
11

liberdade para Não-Ser

.

Ao principio do Céu e da Terra chamo “Não-Ser”

À mãe dos seres individuais chamo “Ser”

Dirigir-se para o “Não -Ser” leva a contemplação da maravilhosa Essência;

dirigir-se para o “Ser” leva à contemplação das limitações espaciais.

Pela origem, ambos são uma coisa só, diferindo apenas no nome.

Em sua Unidade, esse Um é mistério.

O mistério dos mistérios é o portal por onde entram as maravilhas.

.

.

Lao Tse – Tao Te King

06
dez
11

interlocutor

.

Diálogo externo

Eu e outros eus

Multiplicidade

Compartilhar

Transferir ansiedades

Rir/chorar

 .

Monólogo interno

Eu e eu mesma

Dualidade

Compreensão

Reduzir angustias

Paz

 .

Silêncio total

Não-eu

Unicidade

Dissolução, integração

É o que é

Ser

 .

 .

Rossana Preziosi

.

.

29
nov
11

lembrete

.

Se exponha. Esqueça o ridículo. Dance, cante, grite. Vibre. Fale muito. Fale alto. Fofoque. Dê gargalhadas. Conte piadas. Se comunique. Se expresse. Se perca. Se encontre. Se relacione. Cultive os amigos. Conheça novos amigos. Conquiste os inimigos. Se apaixone. Sofra. Confie. Se iluda. Se desiluda. Chore. Se entregue completamente. Se fragilize. Se descabele. Se magoe. Sinta raiva. Chore mais. Continue a pesar de. Reinicie. Uma e outra vez. 

.

Seja intenso. Exagerado. Profundo. Apaixonado. Derramado. Desarmado. Frágil. Atingível. Vá ate as últimas conseqüências. Participe da vida. Sem medo, inteiro. Honestamente. 

.

Gire no redemoinho -samsara. Mergulhe na cachoeira gelada. Seja consciente da absurda irrealidade da suposta realidade. Ilusão.

.

Não fuja, não se engane num isolamento externo. Falsa calmaria. Solidão travestida de meditação, escondendo o medo do contato real. Participe da festa da vida.

.

Permita ao espaço interno, acolher, processar, transformar a realidade irreal vivida no social. Permita ao centro -caverna- crescer,  se fortificar na experiência da sensação, da emoção, do sentir. Deixe acontecer e, por momentos, vc vai ver, o Ser vai aparecer. Fique atento. Perceba. Acorde. Deixe o ciclo se repetir uma e outra vez, se consolidar. Acredite. Insista. 

.

Vá fora sentir, experienciar a  sensação;  retorne dentro na compreensão. 

.

.

Rossana Preziosi

.

29
nov
11

êxtase

foto Elena Kalis

.

Mergulhar

sem se molhar

.

Participar 

sem se afetar

.

Estar 

diferenciado de Ser

.

.

Rossana Preziosi

.

.

24
set
11

nome

.

Um nome para o que eu sou, importa muito pouco. Importa o que eu gostaria de ser.

.

.

Clarice Lispector

(no livro Aprendendo a viver)

.




Apresentação do blog

A palavra entrou de vez na minha vida.

Primeiro a dos outros, a dos eternos, a dos reconhecidos (poetas, escritores, pensadores). Junto veio também a dos amigos, reais e virtuais, internautas com ou sem pretensões literárias, mas sempre intensa, expressiva, urgente. Agora, aos poucos, a minha própria palavra começa a querer se mostrar, neste novo ciclo de auto conhecimento, de mergulho interior.

Sou visual, enxergo primeiro com os olhos, externos e internos, vejo sonhos, realidades sob perspectivas incomuns, surreais, oníricas, mágicas. Meu interior se apresenta numa idéia, que se transforma numa palavra, que sugere uma imagem, que concretizada se torna um torrente de palavras, que organizadas se apresentam finalmente neste resultado.

A vontade de ver e rever a concretização visual, palpável me fez montar o blog.

Quem sabe em você, vouyeur dos meus pensamentos, não desperte similares insights ?

Bem-vindo ao meu mundo interior

Créditos

A maioria das imagens foram pesquisadas na internet e em muitas não foi possível identificar o autor. Caso vc saiba a quem pertencem por favor avise-me para poder colocar os merecidos créditos.

Autora

médica pediatra e acupunturista; uruguaia de nascimento e coração, brasileira de alma; mãe de duas adolescentes desabrochando; corredora no dia a dia, quase corredora no esporte; vegetariana recente, descobrindo como cozinhar de forma saudável, rápida e saborosa; tentando se conhecer melhor; fascinada pela inter-relação das imagens e das palavras; procurando e achando.

Licença

longe de mim querer ser poética
-nem entendo nada de métrica-
só procuro concordância
entre imagem e palavra,
pensamento e meu momento
e talvez
provocar alguma ressonância.

Anúncios